Mídia Buzz

Como lidar com usuários de Adblock

Não é de hoje que os Adblockers vêm impactando nas receitas de sites e anunciantes online. Afiliados perdem rendimentos substanciais, necessários para operacionar seus sites e, frequentemente, não tem a simpatia de usuários que ficam irritados com anúncios intrusivos e acabam instalando os adblockers, que não permitem até mesmo métodos anônimos de rastreamento. Contudo, publishers podem utilizar formas alternativas para educar seus leitores sobre a importância dos anúncios para o site e mostrar como eles podem colocar o canal da lista de permitidos para propagandas aceitáveis.  Veja como:

Adblock Plus Whitelisting

Se você não espera gerar menos de 1 milhão de impressões de anúncios adicionais ao aderir ao whitelisting, programa de anúncios aceitáveis, o serviço pode ser utilizado de maneira gratuita. Porém, esta opção restringe aos seus anunciantes  à utilização de banners, claramente identificados como anúncios, e não podem estar inseridos em forma de conteúdo, entre outras restrições.

Comunique-se com os seus usuários

Comunique-se com seus usuários de adblock, mesmo que possa parecer um passo muito radical. Você pode abordar o seu leitor de diferentes maneiras, desde sugerir a ele que desabilite o bloqueio ou mesmo pedir doações como forma alternativa para monetizar.

Alguns afiliados utilizam modelos de inscrição como forma de monetizar conteúdo sem anúncios. O blog alemão Schöner Wohnen, por exemplo, faz uso de pop-ups, explicando aos usuários de adblock que seu canal é monetizado por publicidade e oferecendo inscrições para acesso ao site, como alternativa para desativar o bloqueador e navegar gratuitamente.

Como adblockers também desabilitam botões de compartilhamento em redes sociais com frequência, além de não contribuir com faturamento por anúncios, estes usuários também deixam de interagir nas redes sociais. Por isso, outras consequências devem ser consideradas, como o impacto no bounce rate ou comentários no seu site.

A única forma de saber o impacto das ações que você vai fazer é testar e analisar os resultados. Na maioria dos casos, as alternativas (modelos de inscrição, doações ou Micro Payments pelo consumo de conteúdo específico) podem não ser atrativas para os usuários.

Recentemente, a Interactive Advertising Bureau (IAB),  lançou um guia Detector Adblocker (na MIT License), que ajuda a para detector usuários de adblock e possibilita aos publishers customizar mensagens individuais para usuários .

Plugin Detector de Adblock no WordPress

Se o seu site é WordPress, você vai encontrar uma variedade de plugins detector de adblock no diretório. Recentemente, a Awin testou oAdblock Notify três opções de modelos para abordar o usuário de adblockers.

●     Modal Box

A modal box aparece como pop up quando um usuário entra no site e mostra uma mensagem individual, que pode ser modificada no backend.

●     Redirecionamento

Esta opção permite com que você redirecione usuários para uma página específica do seu site. Para teste, a Awin criou  um site que explica os custos para manter seu blog. O objetivo aqui é deixar claro o porque os custos devem vir de anúncios. Caso opte por este modelo, é possível excluir essa página de mecanismos de buscas,  já que podem não ser relevantes para seus rankings.

●     Mensagem alternativa

Já esta opção permite a criação de mensagens que serão apresentadas aos leitores. A mensagem alternativa é uma opção menos invasiva à experiência do usuário, uma vez que eles não são interrompidos ou redirecionados.

Veja outros exemplos de programas anti-adblock plugins com boas avaliações, que podem ser aderidos:

●     Ad Blocking Detector

●     Simple Adblock Notice

●     Block AdBlock

Autor: Rodrigo Genoveze, formado em Relações Internacionais e Administração de Empresas, nos EUA. Possui ampla  experiência no mercado digital na Europa e, atualmente é Country Manager na Awin Brasil, agência de afiliação.

Dalmir

Dalmir Junior é diretor do Mídia Buzz, formado em SEO, Analista de Mídias do Grupo Cruz de Malta e atua nas áreas de Design Gráfico e Web Design.

Comentários no Facebook

Siga-nos

Que tal ter acesso à muita informação? Siga o Mídia Buzz nas mídias sociais.